Como este mundo chegará ao fim?

“Não estais em escuridão, de modo que aquele dia vos sobrevenha assim como a ladrões.” — 1 TES. 5:4.

HAVERÁ em breve acontecimentos extraordinários. O cumprimento de profecias bíblicas confirma esse fato, de modo que devemos ficar vigilantes. O que nos ajudará nesse sentido? O apóstolo Paulo nos exorta a ‘fixar os olhos nas coisas não vistas’. Sim, temos de ter em mente a recompensa de vida eterna, seja no céu, seja na Terra. Segundo o contexto, Paulo escreveu isso para incentivar os irmãos a se concentrarem no feliz resultado da fidelidade deles. Fazerem isso também os ajudaria a enfrentar as provações e a perseguição. — 2 Cor. 4:8, 9, 16-18; 5:7.

 A exortação de Paulo contém um importante princípio: para manter firme a nossa esperança, temos de olhar além das coisas vistas. Temos de focalizar acontecimentos significativos ainda não vistos. (Heb. 11:1; 12:1, 2) Portanto, consideremos cinco acontecimentos futuros, diretamente relacionados com a nossa esperança de vida eterna.

O QUE ACONTECERÁ POUCO ANTES DO FIM?

 Paulo menciona um desses acontecimentos futuros na sua carta aos tessalonicenses.(Leia 1 Tessalonicenses 5:2, 3.) Ele chama atenção ao “dia de Deus”, que aqui se refere ao período que começará com a destruição das religiões falsas e culminará na guerra do Armagedom. No entanto, pouco antes de começar esse dia, líderes mundiais estarão dizendo: “Paz e segurança!” Isso pode se referir a apenas um ou a uma série de acontecimentos. As nações possivelmente vão pensar que estão perto de resolver alguns de seus grandes problemas. E os líderes religiosos? Eles fazem parte do mundo, de modo que talvez se juntem aos líderes políticos. (Apoc. 17:1, 2) O clero estaria assim imitando os falsos profetas do antigo Judá, sobre os quais Jeová disse: “[Estão] dizendo: ‘Há paz! Há paz!’ quando não há paz.” — Jer. 6:14; 23:16, 17.

Seja quem for que participe em dizer “Paz e segurança!”, esse acontecimento indicará que o dia de julgamento está para começar. Portanto, Paulo podia dizer: “Irmãos, não estais em escuridão, de modo que aquele dia vos sobrevenha assim como a ladrões, porque todos vós sois filhos da luz.” (1 Tes. 5:4, 5) Diferentemente da humanidade em geral, nós que estudamos a bíblia discernimos o significado bíblico dos acontecimentos atuais. Como essa profecia sobre dizer “Paz e segurança!” se cumprirá? Temos de esperar para ver. Estejamos, pois, decididos a ‘ficar despertos e manter os nossos sentidos’. — 1 Tes. 5:6; Sof. 3:8.

“RAINHA” QUE CALCULA MAL AS SUAS CHANCES

 Que acontecimento ainda não visto ocorrerá a seguir? Paulo declarou: “Quando estiverem dizendo: ‘Paz e segurança!’ então lhes há de sobrevir instantaneamente a repentina destruição.” A primeira fase dessa “repentina destruição” será o ataque à “Babilônia, a Grande”, o império mundial da religião falsa, também chamada de “meretriz”. (Apoc. 17:5, 6, 15) Esse ataque contra todos os tipos de religião falsa, incluindo a cristandade, será o início da “grande tribulação”. (Mat. 24:21; 2 Tes. 2:8) Para muitos, esse acontecimento será espantoso. Por quê? Porque até então a meretriz confiantemente se considerará uma “rainha” que ‘nunca verá pranto’. Mas ela de súbito descobrirá que calculou mal as suas chances de sobrevivência. Ela será exterminada rapidamente, como que “num só dia”. — Apoc. 18:7, 8.

O agressor da meretriz é identificado na Palavra de Deus como “fera” de “dez chifres”. Um estudo mostra que a fera se refere às Nações Unidas (ONU). “Os dez chifres” simbolizam todos os atuais poderes políticos que apoiam essa “fera cor de escarlate”. (Apoc. 17:3, 5, 11, 12) Quão devastador será o ataque? As nações da ONU vão saquear as riquezas da meretriz, expor seu real caráter, devorá-la e ‘queimá-la completamente’. A sua destruição será definitiva. — Leia Apoc 17:16.

 As profecias bíblicas indicam também o que desencadeará esse ataque. Deus de algum modo porá no coração de governantes políticos a intenção de ‘executar o pensamento dele’, a saber, devastar a meretriz. (Apoc. 17:17) Religiões que fomentam a guerra continuam a ser uma força divisória no mundo; assim, as nações talvez venham a achar que destruir a meretriz servirá aos seus próprios interesses nacionais. De fato, quando os governantes atacarem, eles acharão que estão executando seu próprio “um só pensamento”. Na realidade, porém, eles agirão como instrumento de Deus para exterminar toda a religião falsa. Assim, numa espantosa reviravolta, uma parte do sistema de Satanás atacará outra parte, e Satanás não conseguirá evitar isso. — Mat. 12:25, 26.

ATAQUE CONTRA O POVO DE DEUS

Depois da destruição das religiões falsas, os servos de Deus ainda estarão “morando em segurança” e “sem muralha”. (Eze. 38:11, 14) O que acontecerá com esse aparentemente indefeso grupo de pessoas que continuarão a adorar a Deus? Pelo visto, se tornarão alvo de um ataque total por parte de “muitos povos”. A Palavra de Deus descreve essa ocorrência como ataque de “Gogue da terra de Magogue”. (Leia Ezequiel 32:2,15,16.) Como devemos encarar esse ataque?

Saber com antecedência desse ataque contra o povo de Deus não nos preocupa demais. Em vez disso, nosso interesse principal não é a nossa salvação, mas sim a santificação do nome de Jeová e a vindicação de sua soberania. De fato, Jeová declarou mais de 60 vezes: “Tereis de saber que eu sou Jeová.” (Eze. 6:7; Tradução Brasileira) Assim, aguardamos com grande interesse o cumprimento desse notável aspecto da profecia de Ezequiel, confiando que “Deus sabe livrar da provação os de devoção piedosa”. (2 Ped. 2:9) Enquanto isso, queremos usar toda oportunidade para fortalecer nossa fé a fim de sermos íntegros a Deus não importa que provas nos sobrevenham. O que devemos fazer? Devemos orar, estudar a Palavra de Deus, meditar nela e divulgar a mensagem do Reino. Se fizermos isso, manteremos firme como uma “âncora” a nossa esperança de vida eterna. — Heb. 6:19; Sal. 25:21.

AS NAÇÕES TERÃO DE RECONHECER A JEOVÁ

Que acontecimento extraordinário será desencadeado pelo ataque aos servos de Deus? Por meio de Jesus e dos exércitos celestiais, Deus intervirá em favor de Seu povo. (Apoc. 19:11-16) Essa intervenção será “a guerra do grande dia de Deus, o Todo-poderoso” — Armagedom. — Apoc. 16:14, 16.

 Por meio de Ezequiel, Jeová diz a respeito dessa guerra: “‘Vou chamar contra [Gogue] uma espada em toda a minha região montanhosa’, é a pronunciação do Soberano Senhor Jeová. ‘A espada de cada um virá a ser contra o seu próprio irmão.’” Em pânico, os do lado de Satanás serão lançados em confusão e voltarão as armas contra suas próprias fileiras — guerreiro contra guerreiro. Mas Satanás também sofrerá dano. Jeová declara: ‘Farei cair fogo e enxofre sobre Gogue, sobre suas tropas e sobre os muitos povos com ele.’ (Eze. 38:21, 22 Tradução Brasileira) O que resultará dessa ação divina?

As nações terão de reconhecer que sua derrota esmagadora é causada por ordem do próprio Jeová. Daí, como fizeram no passado os egípcios que perseguiram os israelitas no mar Vermelho, as forças de Satanás talvez bradem em desespero: “Jeová certamente está lutando por eles”! (Êxo. 14:25 Tradução King James Nome Divino 2012) As nações serão obrigadas a reconhecer a Jeová.(Leia Ezequiel 38:23.) Quão perto estamos do início dessa cadeia de acontecimentos?

NÃO SURGIRÁ MAIS NENHUMA POTÊNCIA MUNDIAL

Uma profecia no livro de Daniel nos permite saber onde estamos na corrente do tempo. Daniel descreve uma estátua em forma humana feita de diferentes metais. (Dan. 2:28, 31-33) Ela simboliza sucessivas potências mundiais que têm exercido forte influência sobre o povo de Deus, no passado e no presente. São elas: Babilônia, Medo-Pérsia, Grécia, Roma — e a última, nos nossos tempos, ainda outra potência mundial. Um estudo da profecia de Daniel mostra que essa última potência mundial é retratada na estátua pelos pés e seus dedos. Na Primeira Guerra Mundial, a Grã-Bretanha e os Estados Unidos formaram uma parceria especial. Realmente, a quinta parte da estátua de Daniel é a Potência Mundial Anglo-Americana. Os pés formam a última parte da estátua, indicando que nenhuma outra potência mundial humana entrará em cena. Serem os pés e seus dedos compostos de ferro e argila retrata o estado enfraquecido da Potência Mundial Anglo-Americana.

A mesma profecia indica que, em 1914, o Reino de Deus, retratado por uma grande pedra, foi “cortado” do monte que simboliza a soberania de Deus. Essa pedra se desloca velozmente rumo ao seu alvo: os pés da estátua. No Armagedom, os pés e o resto da estátua serão esmagados. (Leia Daniel 2:44, 45.) Portanto, a Potência Mundial Anglo-Americana ainda será a potência mundial dominante quando irromper o Armagedom. Que emoção será testemunhar o cumprimento pleno dessa profecia!Mas o que Deus tem em reserva para o próprio Satanás?

O QUE ACONTECERÁ COM O PRINCIPAL ADVERSÁRIO DE DEUS

Primeiro, Satanás terá de testemunhar do começo ao fim a eliminação de sua inteira organização terrestre. Daí, o próprio Satanás se tornará o foco da atenção. O apóstolo João relata o que acontecerá a seguir. (Leia Apocalipse 20:1-3.) Jesus Cristo, o “anjo com a chave do abismo”, se apoderará de Satanás e seus demônios, os lançará no abismo e os manterá ali por mil anos. (Luc. 8:30, 31; 1 João 3:8) Essa ação será o estágio inicial do ‘machucar’ a cabeça da serpente. — Gên. 3:15.

O que é o “abismo” no qual Satanás e seus demônios serão lançados? A palavra grega á·bys·sos usada por João significa “muito ou extremamente profundo”. É também traduzida “insondável, ilimitado” e “o vazio infinito”. Portanto, é um lugar totalmente fora do alcance de qualquer um, exceto de Deus e de seu anjo designado que tem “a chave do abismo”. Ali, Satanás estará inativo, como que morto, para ‘não mais desencaminhar as nações’. Realmente, esse “leão que ruge” será silenciado! — 1 Ped. 5:8.

ACONTECIMENTOS QUE LEVARÃO A UM PERÍODO DE PAZ

Acontecimentos significativos e eventos extraordinários estão à nossa frente. Aguardamos ver como será feita a declaração “Paz e segurança!”. Daí seremos testemunhas da destruição de Babilônia, a Grande, do ataque de Gogue de Magogue, da batalha do Armagedom e do lançamento de Satanás e seus demônios no abismo. Depois desses acontecimentos, com o fim de toda a perversidade, entraremos num novo capítulo na vida — o Reinado Milenar de Cristo, com “abundância de paz”. — Sal. 37:10, 11.

Anúncios

3 comentários sobre “Como este mundo chegará ao fim?

  1. Luiz Carlos Soares

    Os acontecimentos e tão aí, a palavra se cumprindo, para quem lê e entende e ceita a bíblia como a palavra de Deus, não se assusta com nada, porque sabemos o que Deus está preparando, na verdade já está preparado, só não sabemos o dia nem a hora pra se cumprir a maior pro feia, que é Jesus vim buscar seu povo sua igreja fiel

    Curtir

  2. Pingback: O Fim das Religiões está Próximo! | A Bíblia Responde e Ajuda

Os comentários estão desativados.