Como Identificar Um Ensinamento Falso?

Diante de tantas religiões no mundo, fica difícil encontrar a verdadeira religião, aquela que Jesus Cristo iniciou no Primeiro Século com os Apóstolos.

Jesus mesmo advertiu sobre os falsos profetas no tempo do fim. Ele disse em Mateus 24:11:”E surgirão muitos falsos profetas, e desencaminharão a muitos; ” e falou também em Marcos 13:21-23:“Então, também, se alguém vos disser: ‘Eis aqui está o Cristo!’, ‘eis ali está ele!’, não [o] acrediteis.  Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão sinais e prodígios, a fim de desencaminhar, se possível, os escolhidos. Vós, portanto, vigiai; eu vos disse todas as coisas de antemão.”

Mas como identificar se o que uma religião ensina é verdade ou Mentira?

Se você caro leitor seguir uma pequena regra básica, ficará surpreso de como é fácil saber se o que ensinam por ai é verdade ou não. Ela é bem simples.

Essa regra se baseia em três fatores:

  1. Se o ensinamento se baseia na Bíblia, e não em filosofias Humanas.

  2. Se o versículo que se prova um argumento está dentro do Contexto do capítulo e do livro da bíblia que se menciona.

  3. Se TODA A BÍBLIA apoia o ensinamento, isto é, se está em Harmonia com o restante de bíblia, pois a mesma nunca se contradiz.

Vamos sitar alguns exemplos para você aprender a usar esse recurso e saber o que a bíblia realmente ensina, e parar de ser enganado(a) pelos falsos profetas, conforme nosso salvador Jesus falou.

PRIMEIRO EXEMPLO

O Inferno

  1. O ensinamento se baseia na bíblia?

Resposta: Não. “Muita confusão e compreensão errônea foram causadas pelo fato de os primitivos tradutores da Bíblia terem traduzido persistentemente o termo hebraico Seol e os termos gregos Hades e Geena pela palavra inferno. A simples transliteração destas palavras por parte dos tradutores das edições revisadas da Bíblia não bastou para eliminar apreciavelmente esta confusão e equívoco.” — The Encyclopedia Americana (1942), Vol. XIV, p. 81.
Os tradutores permitiram que suas crenças pessoais afetassem seu trabalho, em vez de serem coerentes em verter as palavras da língua original.

Por exemplo: (1) A versão de Matos Soares, 36.a ed., traduziu she’óhl por “inferno”, “terra”, “morte”, “habitação dos mortos”, “sepulcro”, “sepultura” e transliterou uma vez por “cheol”; haí·des é também traduzido ali tanto por “inferno” como por “habitação dos mortos”; gé·en·na também é traduzida por “inferno”.

(2) A versão A Bíblia na Linguagem de Hoje traduz haí·des por “inferno”, “morte”, “lugar onde estão os mortos” e “mundo dos mortos”. Mas, além de traduzir haí·des por “inferno”, usa esta mesma tradução para gé·en·na. (3) A tradução do Centro Bíblico Católico traduz haí·des por “inferno”, “região dos mortos” e “morada subterrânea”. Traduz também gé·en·na por “inferno”, além de transliterar gé·en·na por geena. O significado exato das palavras na língua original fica assim obscurecido.

2. Se o versículo que se prova um argumento está dentro do Contexto do capítulo e do livro da bíblia que se menciona.

Resposta: Mateus 25:46:”E irão estes para o tormento eterno, mas os justos, para a vida eterna. ”
— Versão Almeida Revista e Corrigida

O contexto do versículo diz  que “o fogo eterno” mencionado por Jesus e registrado em Mateus 25:41 foi preparado “para o diabo e seus anjos”. Você acha que o fogo literal pode queimar criaturas espirituais? Ou Jesus estava usando a palavra “fogo” de forma simbólica? Com certeza, “as ovelhas” e “os cabritos” mencionados no mesmo discurso não são literais; são figuras de linguagem que representam dois tipos de pessoas. (Mateus 25:32, 33) O fogo eterno do qual Jesus falou queima completamente os ímpios em sentido figurado.
Em que sentido os ímpios “irão para o castigo eterno”? Embora a maioria das traduções use a palavra “castigo” em Mateus 25:46, o significado básico da palavra grega kó·la·sin é “restringir o crescimento das árvores”, ou podar, cortando os galhos desnecessários. Portanto, ao passo que as pessoas semelhantes a ovelhas recebem a vida eterna, as pessoas impenitentes, semelhantes a cabritos, sofrem o “castigo eterno”, sendo cortadas da vida para sempre.

3. Se TODA A BÍBLIA apoia o ensinamento, isto é, se está em Harmonia com o restante de bíblia, pois a mesma nunca se contradiz.

Ecl. 9:5, 10: “Os viventes estão cônscios de que morrerão; os mortos, porém, não estão cônscios de absolutamente nada . . . Tudo o que a tua mão achar para fazer, faze-o com o próprio poder que tens, pois não há trabalho, nem planejamento, nem conhecimento, nem sabedoria no Seol, o lugar para onde vais.” (Se não estão cônscios de nada, é óbvio que não sentem dor.)

Sal. 146:4: “Sai-lhe o espírito (folego de vida), ele volta ao seu solo; neste dia perecem deveras os seus pensamentos.”

Eze. 18:4: “A alma que pecar — ela é que morrerá.”
“O conceito de ‘alma’, significando uma realidade puramente espiritual, imaterial, distinta do ‘corpo’, . . . não existe na Bíblia.” — La Parole de Dieu (Paris, 1960) de Georges Auzou, professor de Escrituras Sagradas, Seminário de Rouen, França, p. 128.

Segundo Exemplo

Todos vão para o céu

  1. O ensinamento se baseia na bíblia?

Sim. João 14:2,3:”Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se não, eu vos teria dito, porque vou embora para vos preparar um lugar.  Também, se eu for embora e vos preparar um lugar, virei novamente e vos acolherei a mim, para que, onde eu estiver, vós também estejais”

2. Se o versículo que se prova um argumento está dentro do Contexto do capítulo e do livro da bíblia que se menciona.

NÃO. Um pouco mais a frente João fala:“Nenhum homem ascendeu ao céu, senão aquele que desceu do céu, o Filho do homem.” (João 3:13)

3. Se TODA A BÍBLIA apoia o ensinamento, isto é, se está em Harmonia com o restante de bíblia, pois a mesma nunca se contradiz.

Não. Atos 2:34 diz:”Realmente, Davi não ascendeu aos céus…”

Atos 24:15 diz:”e eu tenho esperança para com Deus, esperança que estes mesmos [homens] também alimentam, de que há de haver uma ressurreição tanto de justos como de injustos. ”

Eclesiastes 9:5,6:” Pois os viventes estão cônscios de que morrerão; os mortos, porém, não estão cônscios de absolutamente nada, nem têm mais salário, porque a recordação deles foi esquecida.  Também seu amor, e seu ódio, e seu ciúme já pereceram, e por tempo indefinido eles não têm mais parte em nada do que se tem de fazer debaixo do sol.”

Terceiro Exemplo

Esperança celestial

  1. O ensinamento se baseia na bíblia?

Sim. Apocalipse 14:1:”E eu vi, e eis o Cordeiro em pé no monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que têm o nome dele e o nome de seu Pai escrito nas suas testas.”

2. Se o versículo que se prova um argumento está dentro do Contexto do capítulo e do livro da bíblia que se menciona.

sim. Os vers. 4 e 5 diz:”Estes são os que não se poluíram com mulheres; de fato, são virgens. Estes são os que estão seguindo o Cordeiro para onde quer que ele vá. Estes foram comprados dentre a humanidade como primícias para Deus e para o Cordeiro,  e não se achou falsidade na sua boca; não têm mácula.

E o capítulo 5:10:” e fizeste deles um reino e sacerdotes para o nosso Deus, e hão de reinar sobre a terra.”

3. Se TODA A BÍBLIA apoia o ensinamento, isto é, se está em Harmonia com o restante de bíblia, pois a mesma nunca se contradiz.

Sim. A bíblia chama essa classe de pequeno rebanho em João 12:32:“Não temas, pequeno rebanho, porque vosso Pai aprovou dar-vos o reino”

Quarto Exemplo

Paraíso Terrestre

  1. O ensinamento se baseia na bíblia?

Sim. (Salmo 37:29) “Os próprios justos possuirão a terra E residirão sobre ela para todo o sempre.”

2. Se o versículo que se prova um argumento está dentro do Contexto do capítulo e do livro da bíblia que se menciona.

sim. (Salmo 37:11) “Mas os próprios mansos possuirão a terra E deveras se deleitarão na abundância de paz.”

3. Se TODA A BÍBLIA apoia o ensinamento, isto é, se está em Harmonia com o restante de bíblia, pois a mesma nunca se contradiz.

sim. “A terra permanece por tempo indefinido.”
Eclesiastes 1:4

“Ele realmente tragará a morte para sempre, e o Soberano Senhor Jeová certamente enxugará as lágrimas de todas as faces.”
Isaías 25:8

“Hão de construir casas e as ocuparão; e hão de plantar vinhedos e comer os seus frutos. Não construirão e outro terá morada; não plantarão e outro comerá. Porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore; e meus escolhidos usufruirão plenamente o trabalho das suas próprias mãos.”
Isaías 65:21, 22

” Pois, não é a anjos que ele sujeitou a vindoura terra habitada, da qual estamos falando.” (Hebreus 2:5)

“Enxugará dos seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem clamor, nem dor. As coisas anteriores já passaram.”
Apocalipse  21:4

Tente por em prática esses três argumentos para saber se o que sua religião ensina é verdade ou não. Pesquise  a fundo as escrituras. Eu usei poucos textos para não ficar muito extensa a leitura, mas você pode explorar a bíblia toda com calma e usar essa técnica para desmascarar os ensinamentos falsos.

Caso tenha Dúvidas e queira ajuda, envie o Tema no seguinte E-MAIL:

abibliarespondeeajuda@gmail.com

Eu pesquisarei o tema e colocarei na ordem 1,2 e 3 para você saber se é verdade ou não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s