Possui Jesus no céu um corpo humano? É Jesus homem eternamente ?

É grande o número de evangélicos que respondem positivamente às perguntas feitas acima, no título do artigo. Para eles, o Senhor Jesus Cristo ainda retêm em sua natureza a humanidade, fato este que prova o porquê da bíblia se referir a Jesus como sendo submisso ao Pai mesmo após a sua ressurreição, claro, buscando assim um pretexto para apoiar a doutrina da trindade. É o  típico caso de uma mentira para encobrir outra.

Felizmente, a bíblia que é a verdade, nos dá luz sobre este assunto. Lemos em 1 Pedro 3:18 que Jesus foi “morto na carne, mas vivificado no espírito”. (Tradução do Novo Mundo; Almeida, atualizada; I.B.B.Brasileira)

Unicamente esse texto já serviria para responder as indagações a respeito desse assunto, mas como Jeová é amoroso, ele nos fornece mais indícios em sua palavra para eliminar qualquer dúvida  a respeito de qualquer assunto que seja.

A lei mosaica, com seus sacrifícios, era uma sombra de coisas ainda futuras. O que é uma sombra? Uma sombra indica a figura ou forma geral da realidade que a projeta.  O que isso tem a ver com o corpo de Cristo? Lemos em Colossenses 2:17:

“Estas coisas são sombras do que haveria de vir; a realidade, porém, encontra-se em Cristo”. 

Lemos também em Hebreus 10:1:

“A Lei traz apenas uma sombra dos benefícios que hão de vir, e não a realidade dos mesmos. Por isso ela nunca consegue, mediante os mesmos sacrifícios repetidos ano após ano, aperfeiçoar os que se aproximam para adorar”.

O bode e os novilhos oferecidos no dia da expiação representavam o sacrifício de nosso Senhor Jesus Cristo. O que acontecia com os cadáveres daquelas vítimas usadas em sacrifício no dia da expiação? Lemos em Hebreus 13: 11,12:

“O sumo sacerdote leva sangue de animais até o Santo dos Santos, como oferta pelo pecado, mas os corpos dos animais são queimados fora do acampamento. Assim, Jesus também sofreu fora das portas da cidade, para santificar o povo por meio do seu próprio sangue”. 

O que deduzimos disso? Seguindo a mesma lógica, Jeová Deus eliminou o corpo sacrificado de seu Filho. Além disso, se Jesus tivesse tomado de volta seu corpo de carne, seu sacrifício teria sido temporário, sem contínuo valor expiatório. Também lemos em Hebreus 9:8,24:

“Dessa forma, o Espírito Santo estava mostrando que ainda não havia sido manifestado o caminho para o Santo dos Santos enquanto ainda permanecia o primeiro tabernáculo. Pois Cristo não entrou em santuário feito por homens, uma simples representação do verdadeiro; ele entrou no próprio céu, para agora se apresentar diante de Deus em nosso favor”. 

A carne do ser humano Jesus Cristo era um impedimento para ele ter acesso aos céus. Lemos em Hebreus 10:19,20:

Tendo pois, irmãos, ousadia para entrarmos no santíssimo lugar, pelo sangue de Jesus, pelo caminho que ele nos inaugurou, caminho novo e vivo, através do véu, isto é, da sua carne”. 

A “carne” de Jesus, portanto, é mencionada em Hebreus 10:20 como sendo representada pela “cortina” (véu) que separava o Santo do Santíssimo no tabernáculo. Antes de poder entrar no céu, o verdadeiro “Santíssimo”, Jesus teve de renunciar à sua existência carnal e receber natureza espiritual. Seu corpo de carne teria sido uma barreira para ele ir além da “cortina” como pessoa espiritual.

Outra evidência a favor de que Jesus não foi ressuscitado na carne é que dois de seus discípulos, bem como Maria Madalena, não o reconheceram nas suas aparências físicas após a ressurreição. Apenas discerniram quem ele era por meio daquilo que disse e fez. — Luc. 24:13-31; João 20:14, 15.

Mas o caro leitor pode-se perguntar: E no caso de Tomé, os sinais físicos das marcas de prego no corpo de Jesus não é evidência clara que Jesus possuía o mesmo corpo físico antes de morrer?

Para responder  essa pergunta, temos de ler o contexto. Veja o que ele nos diz:

Jesus veio, embora as portas estivessem fechadas à chave, e ficou em pé no meio deles.” (João 20:26)

Seja sincero caro leitor: é possível um ser humano de corpo fisicamente carnal entrar numa sala com portas fechadas, simplesmente atravessando as paredes? E porque João frisou esse ponto? Se o Senhor Jesus tivesse simplesmente  aberto a porta e depois entrado fisicamente na sala, João NÃO teria dito as palavras acima.

Isso explica o fato de no livro de Lucas os discípulos terem ficado apavorados. Lemos:

 Enquanto falavam sobre isso, o próprio Jesus apresentou-se entre eles e lhes disse: “Paz seja com vocês! “Eles ficaram assustados e com medo, pensando que estavam vendo um espírito”. Lucas 24:36-37

Fica claro assim que Jesus deve ter materializado instantaneamente um corpo físico de carne. Um corpo humano não atravessa portas fechadas. Isto é algo que nenhum homem de carne podia ter feito. Mas é algo que pessoas espirituais podiam fazer por se materializarem.

Isto está de acordo com as palavras de Jesus no mesmo relato de Lucas. Lemos:

Ele lhes disse: “Por que vocês estão perturbados e por que se levantam dúvidas em seus corações?Vejam as minhas mãos e os meus pés. Sou eu mesmo! Toquem-me e vejam; um espírito não tem carne nem ossos, como vocês estão vendo que eu tenho”. Lucas 24:38-39 

A materialização de corpos carnais é evidente em vários episódios nas escrituras.  No relato de Lucas vemos isso. Lá diz:

 

“Então um anjo do Senhor apareceu a Zacarias, à direita do altar do incenso”. Lucas 1:11 

Outro fato que corrobora que Jesus simplesmente assumiu um corpo, para ser visto pelos seus discípulos, assim como anjos fizeram no passado, é também evidente no fato de que ele apareceu plenamente vestido. Quando Jesus foi deitado no túmulo, não estava vestido, mas apenas envolvido em faixas de linho fino. Depois de sua ressurreição, estas faixas permaneceram no túmulo. Portanto, assim como Jesus teve de materializar roupa, também teve de assumir carne, para se tornar fisicamente visível aos seus discípulos. — Luc. 23:53; João 19:40; 20:6, 7.

Com este entendimento, podemos reconhecer que, ser Jesus chamado de “Filho do homem”, mesmo depois de ter ido para o céu, não se pode referir a ele ter um corpo humano nos céus. Uma profecia messiânica que fala sobre ele receber poder régio de seu Pai, refere-se a ele como sendo “alguém semelhante a um filho de homem”. (Dan. 7:13, 14) Portanto, embora tivesse oferecido o sacrifício exigido por entregar a sua natureza humana, Jesus Cristo retém a designação messiânica de “Filho do homem”.

Em Apocalipse lemos também: Não vi templo algum na cidade, pois o Senhor Deus todo-poderoso e o Cordeiro são o seu templo. Apocalipse 21:22

Jesus Cristo leva o título de “o Cordeiro”, por ter deposto a sua vida em sacrifício. Este título obviamente não descreve sua aparência ou natureza nos céus. Assim, as Escrituras, como um todo, testificam que Jesus foi ressuscitado, não como homem de carne e sangue, mas como gloriosa pessoa espiritual. É por isso que a bíblia é enfática em dizer:

Mas alguém pode perguntar: “Como ressuscitam os mortos? Com que espécie de corpo virão? ” Assim também é a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção. Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual. E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.”1 Coríntios 15:35,42,44 e 50

Era do propósito de Deus que seu Filho reassumisse a vida celestial e não mais continuasse a viver como homem na terra. Isto exigia que Jesus fosse ressuscitado como pessoa espiritual, porque pessoas de carne e sangue não podem viver nos céus.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Possui Jesus no céu um corpo humano? É Jesus homem eternamente ?

  1. Lucas

    Muito boa a sua abordagem. Mas me veio uma dúvida.

    Quando Jesus disse Destruam este templo e em três dias reconstruirei, ele estava falando do seu próprio corpo quando fosse levantado.

    Ou seja corpo morto, depois de três dias corpo ressuscitado.

    Como explicar esta aparente contradição?

    Curtir

    1. abibliaeavidaeterna

      Pois o próprio Cristo sofreu uma vez por todas pelos pecados, um homem bom em favor dos maus, para levar vocês a Deus. Ele morreu no corpo, mas foi ressuscitado no espírito…(1 pedro 3:18 NTLH) dizer que cristo ressuscitou em um corpo carnal é ir contra a bíblia ou colocar ela em contradição. Jesus quando fala ali ele se refere em sentido simbólico. ) Jesus usava de linguagem figurada, falando “do templo do seu corpo”. Ele foi morto e depois ressuscitado no terceiro dia. (Jo 2:21; Mt 16:21; Lu 24:7, 21, 46) Ele foi ressuscitado pelo seu Pai, Jeová Deus, em outro corpo, não feito por mãos, como o templo de Jerusalém, mas um corpo espiritual feito (construído) pelo seu Pai. (At 2:24; 1Pe 3:18) Este uso de construção como aplicando-se ao corpo da pessoa não é extraordinário, pois, falando-se a respeito da criação de Eva, foi dito: “E da costela que havia tirado do homem, Jeová Deus passou a construir uma mulher.” — Gên 2:22.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s