E o ANO NOVO o verdadeiro seguidor de Cristo e adorador do Pai celebra?

feliz-ano-novo-recado-facebook-01859

As celebrações do Ano Novo, relacionadas com o fim de um ano e o começo do próximo, em 1.° de janeiro, têm ligações com a religião falsa.

O primeiro dia de janeiro era sagrado para o deus romano Jano, de duas faces, e por isso era um feriado pagão. Mas há outro forte motivo para a abstenção dos cristãos.

Os cristãos são admoestados: “Andemos decentemente, . . . não em festanças e em bebedeiras, nem em relações ilícitas e em conduta desenfreada.” (Rom. 13:13)

As celebrações do Ano Novo, porém, freqüentemente se distinguem por tais práticas e excessos. O Dicionário Normal de Folclore, Mitologia e Lenda, em inglês, observa: “Muitos países ocidentais assinalam a passagem do velho ano e a chegada do novo por elaborados bailes, bebedeiras e comportamento em geral orgíaco.” A respeito das culturas não ocidentais, a mesma obra nota que também “consideram o fim de um ano e o começo do próximo como momento de deleite”.

Jesus também disse:” Não fazem parte do mundo, assim como eu não faço parte do mundo.” (João 17:16) Manter-se separado do mundo controlado por satanás é manter-se longe dessas festividades pagãs, afinal Tiago disse: “Adúlteras, não sabeis que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Portanto, todo aquele que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” — Tiago 4:4.

Envolver-se alguém numa celebração de Ano Novo, mesmo que mantenha o autodomínio, poderá significar ser conivente com a conduta sem restrições dos outros e aprovar uma prática arraigada na religião falsa. A recusa dos verdadeiros cristãos quanto a se empenharem em tais celebrações não significa que não gostam de se recrear e divertir. Gostam de fazer isso. Mas procuram preservar uma boa consciência perante Deus e os homens, evitando os excessos e também a aparência de estar celebrando festividades pagãs.

“Não vos ponhais em jugo desigual com incrédulos”, escreveu o apóstolo Paulo. “Pois, que associação tem a justiça com o que é contra a lei? Ou que parceria tem a luz com a escuridão? Além disso, que harmonia há entre Cristo e Belial? Ou que quinhão tem o fiel com o incrédulo? E que acordo tem o templo de Deus com os ídolos? . . . ‘Portanto, saí do meio deles e separai-vos’, diz Jeová, ‘e cessai de tocar em coisa impura.’” (2 Coríntios 6:14-17)

Acatamos essas palavras por nos manter afastados da adoração falsa?

Anúncios

Um comentário sobre “E o ANO NOVO o verdadeiro seguidor de Cristo e adorador do Pai celebra?

  1. Pingback: Se deve comemorar o ano novo? | Shilyk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s