Como Entender Atos 3:15: Autor da Vida?

Algumas Traduções vertem como “Agente principal” (TNM), “Autor” (JFA) ou “Príncipe” conforme a Bíblia palavras chaves traduziu.

 

 

palavras chaves 1.jpg

 

 

palavras chaves 2.jpg

 

Mas o que significa e como entender esse texto? Será Jesus aquele que CRIOU a Vida como dizem os trinitários?

Cristo Jesus depôs a sua perfeita vida humana em sacrifício, em expressão da benignidade imerecida de seu Pai. Isto tornou possível a união dos seguidores escolhidos de Cristo com ele no seu reinado celestial e tornou também possível o arranjo de haver súditos terrestres do governo do seu Reino. (Mt 6:10; Jo 3:16; Ef 1:7; He 2:5)

Ele se tornou assim “o Agente Principal” ou “Príncipe” da vida” para toda a humanidade. (At 3:15) O termo grego usado aqui significa, basicamente, “líder principal”, aplicando-se uma palavra aparentada a Moisés (At 7:27, 35) como “governante” em Israel.

palavras chaves 3.jpg
Portanto, como “líder principal” ou “príncipe da Vida”, Jesus Cristo introduziu um elemento novo e essencial para se ganhar a vida eterna, no sentido de ser intermediário ou elo de ligação, mas ele o é também em sentido administrativo. Ele é o Sumo Sacerdote de Deus, que pode realizar plenamente a purificação de pecado e a libertação dos efeitos mortíferos do pecado (He 3:1, 2; 4:14; 7:23-25; 8:1-3); ele é o Juiz designado, a cujas mãos se confiaram todos os julgamentos, de modo que ele administra criteriosamente os benefícios do seu resgate para as pessoas dentre a humanidade, segundo o merecimento delas, de viver sob o seu reinado (Jo 5:22-27; At 10:42, 43); por meio dele realiza-se também a ressurreição dos mortos. (Jo 5:28, 29; 6:39, 40)

Visto que Jeová Deus determinou usar seu Filho assim, “não há salvação em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu, que tenha sido dado entre os homens, pelo qual tenhamos de ser salvos”. — At 4:12; compare isso com 1Jo 5:11-13.

Além do mais, o contexto imediato de atos 3:15 diz que Jesus:”ao qual Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas.” Pergunte-se:

Pode o AUTOR DA VIDA MORRER?

Pode o AUTOR DA VIDA PRECISAR SER RESSUSCITADO?

Então como a resposta óbvia é NÃO, a tradução correta é “Agente principal” ou “Príncipe” da vida, aquele pelo seu sangue somos resgatados e que assim da direito a  vida eterna.

ASSIM COMO JÁ FOI DITO: Jesus é o intermediário ou elo de ligação, mas ele o é também em sentido administrativo. Ele é o Sumo Sacerdote de Deus, que pode realizar plenamente a purificação de pecado e a libertação dos efeitos mortíferos do pecado.

Anúncios